in , ,

Oito teorias sobre ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’

Animais Fantásticos e Onde Habitam recém lançou e dezenas de teorias e dúvidas surgiram junto com a nova saga desenvolvida pela J. K. Rowling. O primeiro volume da história nos apresenta Newt Scamander, ex-aluno expulso de Hogwarts por levar um animal proibido a escola de magia inglesa. Como um grande amante dos animais mágicos, Newt viaja o mundo bruxo resgatando criaturas para salvá-las da extinção e devolvê-las ao habitat natural. Nessa primeira aventura, você também é apresentado a Porpentina e Queenie Goldstein, Jacob, Percival Graves, Credence, Seraphina Picquery e Gellert Grindelwald.

Você pode conferir uma resenha de Animais Fantásticos e Onde Habitam aqui.

Neste post a proposta é diferente, vamos explorar as informações que já apareceram no primeiro filme da nova saga e citar as teorias e dúvidas do que poderá acontecer daqui para frente, confira:

Spoiler alert

Oito teorias sobre Animais Fantásticos e Onde Habitam

1. Aragogue foi um presente de Newt a Hagrid:

Conforme a explicação da própria aranha gigante, em Harry Potter e a Câmara Secreta, a chegada dela a Hogwarts foi através de Hagrid, há muito tempo quando ainda estava no ovo, de uma terra muito distante e escondida no bolso de um viajante.

Aragogue

A teoria indica que em 1940, alguns anos depois do livro de Newt Scamander ser publicado (1927) e ele ter se consagrado como um expert em animais mágicos – tornando a publicação leitura obrigatória em Hogwarts -, Hagrid, ainda adolescente e amante da natureza, encontrou esse tal viajante e recebeu esse mimo extremamente perigoso.

O que deixa a hipótese um pouco duvidosa é se Newt já consagrado daria um presente tão perigoso a um adolescente.

2. Credence não morreu

Outra teoria é que surgiu após o lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam é que Credence continua vivo. Na verdade, essa história foi confirmada pelo diretor David Yates, no fim do longa uma cena de Credence (Ezra Miller) saindo de Nova York de barco foi excluída. A intenção deles ao cortar a cena era não encerrar o filme de forma clichê.

Entretanto, a partícula de bruxo que escapa após a “morte” de Credence e o não uso do Avada Kedavra, por exemplo, deixam margem para imaginar que o bruxo continua vivo.

3. Cenas homoafetivas de Grindelwald e Dumbledore

Não sei se muitas pessoas lembram que Grindelwald e Dumbledore eram amigos muito próximos na adolescência e que o afastamento entre os dois começou quando Grindelwald passou para o lado negro da força.

Então, a suspeita é que a quando a nova saga explorar o drama entre Dumbledore e Grindelwald, talvez, tenhamos cenas de romance dos dois. Aliás, quando o Graves (que na verdade era o Grindelwald) conversava com o Credence, dava a impressão que estava rolando um flerte.

4. Grindelwald é o Voldemort da época

Caso você não se lembre, Grindelwald era amigo próximo de Dumbledore e se debandou para as artes das trevas. Junto com a varinha das varinhas (uma das Relíquias da Morte) suas habilidades se aperfeiçoaram ao ponto dele se tornar o grande vilão daquele período e iniciar a Segunda Guerra Mundial Bruxa. Que no fim teve Alvo Dumbledore como herói e detentor da varinha das varinhas (o fato de Grindelwald ser dono da varinha levou Voldemort a matá-lo).

dumbledore_trading_card__back_by_undertakerisepic-d5rywow

Esse ponto abre um parênteses: Por que o vilão todo poderoso da época seria derrotado e desmascarado tão facilmente por Newt, que nem auror era? Aliás, é essa ponta solta que deixa a margem o que será abordado no próximo filme.

5. Seraphina também é uma bruxa das trevas ao lado de Grindelwald

Ainda sobre o questionamento anterior, a resposta seria um tratado da presidente da MACUSA, Seraphina, com Grindelwald. Afinal, ela poderia ter executado ele e Credence com Avada Kedavra – mas lembre-se, eles sempre pensam no ‘bem maior’.

morreremos só um pouquinho

6. Credence seria Sr Tom Riddle, pai de Voldemort

Duas especulações sobre Crendence surgiram após o lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Por conta das poucas informações repassadas, sabemos apenas que Credence é ‘adotado’ e vive em uma organização de ‘no-majs’ que quer deseja provar e acabar com a existência dos bruxos.

O que sabemos da história do Sr Tom Riddle é que ele nasceu em 1901 e teve Tom Riddle em dezembro de 1926 (mesmo ano que acontece a aventura de Animais Fantásticos e Onde Habitam), por volta dos 20 anos de idade – supostamente a mesma idade de Credence. O Sr Tom Riddle, que era trouxa, se casou com a bruxa Merope Gaunt dominado por uma poção do amor.
No momento do parto de Tom Riddle Jr, Merope morreu e o efeito da poção passou, quando o Sr Riddle notou o problema que entrou, fugiu de volta para a cidade natal.

A teoria dos fãs é que o Sr Riddle não retornou para a cidade natal, pois seria muito mais fácil ser rastreado, ele teria viajado para a América e adotado uma nova identidade. E que depois retorna para a Inglaterra e anos depois é morto por Tom Riddle, ou Lord Voldemort.

A história é um pouco confusa e tem alguns furos, como o Credence ser bruxo, mas vale dar uma lida. Confira aqui no link.

7. Jacob lembra de tudo

No fim do filme, Newt encontra um método para apagar as memórias dos no-majs sem precisar ‘obliviar’ pessoa por pessoa. O amante de animais lembra que o veneno de Rapinomônio, misturado em poção, é capaz apagar as memórias ruins dos no-majs. Com a poção preparada, o Thunderbird espalha o conteúdo dentro de uma tempestade que toma a cidade e apaga as memórias traumatizantes de todos os habitantes.

O porém é que para Jacob todos os acontecimentos não foram traumatizantes, ele realmente gostou e se afeiçoou pelos personagens bruxos – Queenie que o diga. Talvez isso explique a reação dele ao rever a bruxinha no final do filme.

queenie-goldstein-alison-sudol-jacob-kowalski-dan-fogler-fantastic-beasts-and-where-to-find-them

8. Grindelwald e a irmã de Dumbledore

No sétimo livro da saga Harry Potter um pouco do passado de Dumbledore é contado e em uma das passagens conhecemos Ariana, a irmã de Dumbledore.

Em meio a uma narrativa confusa, descobrimos que Ariana não lidava bem com o fato de ser bruxa, era amuada e reprimia seus desenvolvimento mágico, devido ao trauma sofrido por uma agressão de trouxas que a viram praticar magia. Em meio a uma briga entre Dumbledore, seu irmão, Aberforth, e Grindelwald, Ariana morre, e nunca fica claro qual feitiço a matou. Esta explicação confusa acaba dando início à nova teoria de que Ariana seria uma obscurial e teria morrido devido à supressão de sua própria magia.

ariana_dumbledore_hogs_head

Os fãs, que não perdem tempo, ligaram a morte da Ariana a Grindelwald. Como foi explicado em Animais Fantásticos e Onde Habitam, a repressão dos ser bruxo desenvolve a energia maligna dos obscurials. E a Ariana tinha todos os ingredientes para desenvolver. É nesse ponto que entra Grindelwald, o vilão é obcecado pela energia ruim e a força destrutiva que ela tem, porém, é necessário um bruxo hospedeiro para que essa força das trevas se manifeste. Por isso, conforme os fãs, Grindelwald – em busca do bem maior – se aproximou do jovem Dumbledore, para ficar próximo de Ariana e seu suposto obscurial.

Alguns fãs vão ainda mais longe e relacionam o obscurial da Ariana com o encontrado na mala de Newt.

Essas são algumas das dezenas de teorias e questionamentos que surgiram após o lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Você conhece mais alguma que queira nos contar? Ou, discorda de alguma citada aqui? Conta pra gente!

Enquanto isso, o próximo filme da série deve lançar em novembro de 2018.

Quem é Gavin, o menino meme?

11 motivos para se apaixonar por Pelúcio, de Animais Fantásticos