10 desenhos infantis com personagens LGBT

personagens gays2
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
92

Foi anunciado recentemente que o novo liveaction de Bela e a Fera, estrelado por Emma Watson, terá o primeiro personagem abertamente gay dos longas da Disney, com direito a uma cena que promete deixar isso bem claro. O anúncio enfureceu os conservadores, mas, para o desespero deles, as produções infantis estão cheias de representatividade LGBT faz tempo.

Crianças de várias gerações cresceram tendo contato com a diversidade sexual, mesmo sem perceber. Alguns personagens nunca deram uma confirmação exata a respeito de suas preferências, já outros foram tirados do armário por seus próprios criadores. A seguir estão apenas alguns exemplos de figuras com a bandeira do arco-íris estampada em seus coraçõezinhos animados.

10 desenhos infantis com personagens LGBT

As Meninas Superpoderosas

Seja pela forma de se vestir (com essas botas enormes e maravilhosas), a maquiagem, a fala mansa ou os trejeitos afeminados, Ele nunca deixou dúvidas. Provavelmente o gay mais fechativo da história dos desenhos.

Sailor Moon

No anime original, exibido no Japão, o romance de Sailor Urano e Sailor Netuno nunca foi segredo. Já a versão dos EUA, e a do Brasil também, tentou disfarçar a situação dizendo que a aproximação das duas se dava porque elas eram primas. Não conseguiram enganar ninguém.

Os Smurfs

Tudo bem usar uma flor na cabeça e ser um dos primeiros metrossexuais da história (antes mesmo da disseminação do termo), mas o Smurf Vaidoso sempre gerou algumas dúvidas.

He-Man

O povo de Etérnia era muito mais avançado do que o daqui da Terra; eles aceitavam que seu maior guerreiro saísse por aí vestindo quase nada, com um bronzeado e um penteado incríveis, fazendo passeios românticos a cavalo junto de seu “amigo” Arqueiro.

Batman

No desenho do Batman, exibido nos anos 1990, a relação entre as vilãs Arlequina e Hera Venenosa não dava muitos indícios de romance, eram apenas duas mulheres se apoiando. Nas histórias em quadrinho, no entanto, o caso foi aprofundado. Enquanto Hera ajudava Arlequina a superar os abusos do Coringa as duas acabaram se envolvendo um pouco mais.

Leão da Montanha

No clássico da Hanna-Barbera o protagonista nunca esteve fora do armário, mas a DC Comics vai lançar uma versão nova, em quadrinhos, onde o personagem é um dramaturgo abertamente gay. Antes tarde do que nunca.

Bob Esponja

Os motivos para ele estar nessa lista são óbvios e são tantos que nem cabem em um único parágrafo. Ícone gay.

Hora de Aventura

Haviam várias pistas sobre um relacionamento antigo entre as personagens Marceline e Princesa Jujuba, até que numa entrevista uma das dubladoras originais confirmou a informação.

Pernalonga

Ele adora se vestir de mulher e beijar outros caras nos episódios clássicos, mas na versão mais recente dos Looney Tunes, feita entre 2011 e 2014, o personagem chega até a fugir da Lola Bunny, além de dividir sua casa com o Patolino.

Legend of Korra

Personagens femininas fortes, a protagonista Korra e sua amiga Asami já se envolveram com homens antes, mas o final do desenho (SPOILER ALERT) insinuou que as duas terminaram juntas, de forma romântica. A dúvida foi depois esclarecida por seus criadores, confirmando a teoria.

Não demonstrar interesse pelo gênero oposto não faz automaticamente alguém ser gay. Existem várias outras explicações para essa situação, como por exemplo a assexualidade (que renderia até outro texto), além do fato de estarmos falando aqui de produtos destinados às crianças, não havendo então a necessidade de sexualização dos personagens.

O objetivo deste post é exclusivamente mostrar de forma divertida que, mesmo de maneira tímida, a representação da pluralidade humana sempre esteve presente nas animações, e que a única influência “sofrida” pelas crianças que as assistem é entender que o mundo está cheio de gente diferente, e isso é maravilhoso.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
92

Comments

comments