Prepare-se para 'Carros 3' relembrando fatos e curiosidades sobre a franquia

carros3
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares

O anúncio de que a Pixar estava produzindo um Carros 3 pegou muita gente de surpresa: apesar do sucesso comercial – que não surpreende, quando se trata de um filme do estúdio -, o primeiro longa da franquia, que estreou em 2006, não foi tão elogiado (nem premiado) quanto costumam ser as animações da Pixar; e o segundo (de 2011), que confundiu o público com uma trama meio complexa demais, teve uma repercussão ainda menos expressiva. Carros 3, porém, parece ter mudado um pouco de rumo: os pôsters e trailers divulgados até agora trazem um ar mais sério, com mais cara de filme de ação. O primeiro trailer chegou a causar polêmica, sendo considerado por algumas pessoas sério e agressivo demais para um filme teoricamente infantil.

Na trama, que estreia em junho, o protagonista Lightning McQueen é agora quase um modelo ultrapassado nas pistas de corrida – e, após sofrer um acidente, precisa da ajuda da nova treinadora Cruz Ramirez para voltar à antiga forma e superar novos modelos, como o atual astro do esporte, Jackson Storm. Além do protagonista, personagens como Mate e Sally também estão de volta no novo capítulo da franquia. Para quem vai dar uma chance ao terceiro Carros, que tal relembrar fatos e curiosidades sobre a série?

1 – Carros, o original, foi dirigido por John Lasseter, responsável por Vida de Inseto e por Toy Story, que marcou e mudou definitivamente a história da Pixar. Carros 3 será dirigido por Brian Fee, que já trabalhou como storyboarder nos dois primeiros Carros, em Wall-e e Ratatouille;

2 – A trilha sonora da franquia é assinada por Randy Newman, responsável pelas músicas de outros filmes da Pixar, como Toy Story, Vida de Inseto e Monstros S.A.. Além das composições instrumentais, os filmes da série também contam com músicas de artistas como Chuck Berry, James Taylor, Sheryl Crow, Hank Williams e John Mayer. A música-tema é Life Is a Highway, do Rascal Flatts;

3 – Paul Newman, que dublou Doc Hudson no primeiro Carros, morreu em 2008 – motivo pelo qual o personagem não aparece nas sequências do filme;

4 – O número 95, pintado na lataria de McQueen, foi escolhido por ser o ano de lançamento do primeiro Toy Story, um marco na história da Pixar. Seus pneus são fabricados por uma tal de Lightyear, o que é tanto uma brincadeira com a Goodyear, fabricante verídica de pneus, quanto com Buzz Lightyear, também de Toy Story. Já o sobrenome McQueen foi escolhido em homenagem a Glenn McQueen, animador da Pixar que morreu em 2002;

5 – Dois corredores da Nascar fazem aparições especiais no primeiro filme, em suas “formas-carro”: Dale Jr e Mario Andretti;

6 – O dublador de Ruivo, um dos moradores de Radiator Springs, morreu, ironicamente, em um acidente de carro, algumas semanas antes do lançamento do longa – por isso, a animação é dedicada à sua memória;

7 – Inicialmente, o filme deveria se chamar Route 66, fazendo referência à famosa estrada norte-americana; mas foi mudado porque, entre 1960 e 1964, existiu uma série de TV com o mesmo nome, e a Pixar preferiu evitar confusões entre as duas coisas;

8 – O caminhão do Pizza Planet, que aparece em diversos filmes da Pixar, aparece aqui também: em Carros, claro, ele tem nome (Todd) e personalidade;

9 – Os animadores criaram mais de 43 mil designs de carros só para o primeiro filme, entre todos os usados para figurantes e aqueles que foram descartados;

10 – A Opel, uma montadora de carros europeia, “contratou” McQueen para estrelar uma campanha de carros, como você pode ver no vídeo abaixo;

11 – O dublador de Mack, o caminhão de transporte de McQueen, é John Ratzenberger, que empresta sua voz para diversos personagens da Pixar: Hamm, o Porquinho de Toy Story; Mr Flea, a mosca de Vida de Inseto; o Abominável Homem das Neves, de Monstros S.A.; o garçom de Ratatouille; o John, um dos moradores humanos da nave de Wall-e; o construtor de Up, que conversa com o senhor Fredricksen no começo do filme… Em Carros, além de dublar Mack, Ratzenberger dubla as “versões-carro” de seus próprios personagens, em uma cena em que os personagens vão ao cinema e assistem “versões-carro” de vários filmes da Pixar. O estúdio diz considerar o dublador uma espécie de “amuleto da sorte”.

Comments

comments