18 segredos do clipe de 'Look What You Made Me Do'

tea
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
12

Nós já falamos aqui sobre as referências presentes na letra do single Look What You Made Me Do (de Taylor Swift), mas, agora, após o lançamento do clipe, percebemos que com a cantora o buraco realmente é mais embaixo. Então, resolvemos reunir todos os easter eggs, referências e indiretas em um único post para facilitar a vida de vocês.

Antes de começar, temos que falar sobre um detalhe importante que está presente ainda no lyric video da música. O estilo gráfico do vídeo é uma grande homenagem ao artista Saul Bass, responsável pelos pôsteres e aberturas de diversos filmes famosos da Hollywood dos anos 50 e 60, sendo um de seus principais trabalhos Vertigo, ou Um Corpo Que Cai, do diretor Alfred Hitchcock (é nesse filme que o lyric video se inspira). O suspense do diretor britânico conta a história de um detetive que é contratado para investigar a vida da esposa de um antigo amigo, até que acaba se apaixonando por ela, o que tem bastante a ver com a vigilância e escrutínio constantes praticados pela imprensa contra Taylor Swift, segundo a própria afirma na música.

Tudo o que você precisa saber sobre o clipe de LWYMMD

  1. Logo nos primeiros segundos do vídeo, nós já temos a primeira referência: a câmera sobrevoa um cemitério macabro e o posicionamento dos túmulos forma as letras iniciais do nome da cantora, TS.
  2. O próximo take é do túmulo onde “jaz” a reputação de Taylor Swift e, logo após, ela aparece saindo do mesmo como uma zumbi, vestindo um figurino igual ao usado no clipe de Out Of The Woods (do álbum 1989). Então, já já está bem claro que não veremos mais a mesma Taylor de agora em diante.
  3. Ao sair de seu jazigo, Taylor conserta outros sepulcros que estão inclinados para a direita enquanto canta ‘I don’t like your tilted stage (eu não gosto do seu palco inclinado)’. Um incremento da indireta para Kanye West e o palco inclinado da Saint Pablo Tour, que já era clara na letra da música. 
  4. Nem 30 segundos de clipe e a cantora já está atirando para todos os lados: enquanto a Taylor Out Of The Woods zumbi enterra outra encarnação sua do passado (que está usando um vestido que ela mesma usou no Met Gala 2014), aparece escrito em uma das lápides atrás dela o nome Nils Sjöberg, pseudônimo utilizado por Swift nos créditos da música “This Is What You Came For”, de Calvin Harris.
  5. A Taylor Swift renascida agora aparece em uma banheira cheia de jóias, o que muitos dizem ser o primeiro ataque à Kim Kardashian. Durante o famoso assalto sofrido pela reality star no ano passado, os bandidos a amarraram e levaram para o banheiro, enquanto saqueavam todas as jóias do seu apartamento em Paris.Na banheira, também há uma nota de um dólar, o que nos faz lembrar da batalha judicial ganha por Taylor há apenas algumas semanas, na qual um ex-radialista foi condenado por assediar a cantora. A ex-rainha do country cobrou apenas um dólar caso vencesse o processo. O trecho também pode ser um deboche das pessoas que a acham extremamente gananciosa, já que o corte entre a cena do enterro da Taylor Met Gala 2014 e a da banheira faz parecer que ela está sendo enterrada por jóias.
  6. O uso ostensivo de cobras no clipe reflete a apropriação, por parte da cantora, do emoji usado por Kim na época em que foi liberado o vídeo de Kanye contando à Taylor sobre a letra de Famous e perguntando se ela lidaria bem com a citação de seu nome na música. São utilizados no clipe anéis de cobra, cobras “reais”, tatuagens de cobra, ou seja, quase tudo que envolva o animal (que acabou por se tornar símbolo de maldade e falsidade).
  7. “Até tu, Brutus? (Et tu, Brute?)” é um trecho da peça teatral Júlio César, de William Shakespeare, que ficou marcado na história como a expressão dita pelo imperador de Roma quando, após apunhalado até a morte, viu seu filho adotivo, Marcus Junius Brutus, dentre os agressores. A frase se tornou o epítome de traição/surpresa e, nessa cena, vemos Taylor sentada em um trono que tem a expressão gravada em diversos lugares. Na sequência, a dona do hit Shake It Off aparece bebendo chá, enquanto ainda está sentada no trono. Em inglês, “tea” também é uma gíria para drama, ou fofoca.
  8. A batida do carro é um poço de referências. A primeira pode ser o clipe de Unconditionally, música de Katy Perry, onde acontece uma cena quase idêntica à retratada aqui. A segunda seria a letra da música Red, do álbum de nome homônimo, em que a texana canta sobre dirigir um Maserati em uma rua sem saída. O carro é um Maserati. E o melhor: o álbum Red foi indicado ao Grammy de 2014 na categoria ‘Melhor Álbum do Ano’, na ocasião, durante o anúncio do álbum vencedor, o apresentador se enrolou na hora de pronunciar corretamente o nome Random Access Memories (CD do Daft Punk), o que levou Taylor a se confundir e agir como se houvesse ganhado o prêmio. A cor do carro é um dourado muito parecido com o da estatueta do Grammy e, quando a porta abre, nós vemos Swift com uma estatueta em mãos.
  9. Quando a câmera mostra melhor o que há dentro do carro, nós podemos ver um guepardo usando um pingente com o número 13 que, além de ser o número de sorte da cantora, também é o número de vezes que ela foi indicada ao Grammy. Dizem que o visual de Taylor e o uso do animal silvestre funcionam como mais uma alusão à Katy Perry.
  10. A próxima cena é de Taylor Swift se balançando em uma jaula enorme, vestindo laranja (que, curiosamente, é a cor das roupas para detentos nos EUA) e depois comendo um banquete que conta com uma lagosta e um rato em seu cardápio. Alguns fãs apontam aqui uma indireta para o clipe de Bon Appetit, de Katy. Outros alertam para o rato em cima do prato que pode representar pessoas falsas e também faz parte da dieta de cobras, animal escolhido pela cantora para a divulgação do single. 
  11. Taylor aparece assaltando um banco de nome “Stream & CO” com um grupo de amigas, uma clara analogia à retirada de suas músicas do Spotify e à carta aberta escrita por ela para o Apple Music.
  12. Taylor está em um tipo de indústria com dezenas de “bonecas” recém-fabricadas e a palavra “squad” piscando em telões de LED ao seu lado. Aqui temos uma brincadeira com os comentários de que o seu grupo de amigas era 100% formado por mulheres padronizadas e bem parecidas, como se ela as tivesse feito baseada em sua própria imagem. Algo que pode passar batido é que fotos das duas gatas da cantora, Meredith e Olivia, também aparecem nos telões.
  13. A sala dos candelabros se parece muito com o clipe de Blank Space, assim como a cena da banheira de jóias, o que pode ser uma homenagem de Taylor ao bem sucedido single do seu último álbum. A cantora de I Knew You Were A Trouble entra na sala e é recebida por oito “funcionários” que ficam embasbacados com o seu poder. Todos os oito usam camisetas onde está escrito “I <3 TS”. Seu último namorado, Tom Hiddleston, usou uma exatamente igual em uma festa organizada pela cantora para o feriado de 4 de julho do ano passado. Outra curiosidade é que Taylor já teve, no total, oito namorados. Ou seja, todos podem ser representações de seus ex.
  14. O clipe tem sido alvo de várias comparações com o filme Lemonade, de Beyoncé, mas existem vários outros vídeos que podem ter sido fontes de inspiração. As referências mais escancaradas vêm de Thriller (do cantor Michael Jackson), All The Lovers (de Kylie Minogue) e Papparazzi (de Lady Gaga).
  15. No topo de uma pilha de antigas versões suas (dos clipes de You Belong With Me, Shake It Off, Out Of The Woods, das turnês Red e Fearless…), a cantora declara que a antiga Taylor não pode atender o telefone, porque ela está morta.
  16. Mais uma alusão a uma batalha judicial. Agora Taylor segura duas motos no ar, enquanto delas caem várias notas de dólares. A batalha aludida foi uma audiência solicitada pela empresa ‘Lucky 13’, que confecciona roupas para motoqueiros, porém, tudo foi encerrado sob segredo de justiça pelos advogados de Swift.
  17. Vocês lembram da possível indireta para Katy Perry durante o acidente do Maserati? A conclusão desse trecho da história só bota mais lenha na fogueira, com a Taylor caminhando para longe dos papparazzis com o seu guepardo na coleira. Não é bastante parecido com a abertura do Super Bowl de 2015, na qual a Katy entra no palco em cima de algo que se parece com um guepardo e dominando-o com a ajuda de rédeas?
  18. Todas as versões da cantora aparecem juntas em um hangar de aviões, como se tudo fosse um grande show. Na camiseta da Taylor Junior Jewels estão escritos os nomes de todos os seus verdadeiros amigos, como Lena (Dunham), Lilly (Aldridge), Ryan (Reynolds) etc. Todas as versões começam a conversar entre si, zombando dos principais motivos de crítica do público/mídia quanto à Taylor, como a sua cara de surpresa, ela não admitindo ser chamada de v*dia e a falsidade implícita de todas elas.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
12

Comments

comments