Os motivos que fizeram de 'Corra!' o filme mais rentável de 2017

corra
© 2016 Universal Pictures
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Imagine que você tenha feito um investimento qualquer, e que com ele tenha obtido um retorno de 630% em cima do valor inicial. É o negócio dos sonhos, não? Pois foi exatamente esse o retorno dado pelo filme Corra!, thriller psicológico que marcou a estreia do comediante Jordan Peele no roteiro e na direção de um projeto cinematográfico.

O longa custou cerca de 4,5 milhões de dólares (contabilizando também os gastos com marketing) e rendeu mais de 252,4 milhões no mundo todo, tornando-o o mais rentável de 2017 até agora. É um valor astronômico comparado ao preço de produção, principalmente levando em consideração que seu elenco conta com nenhuma grande estrela das telonas e que sua trama toca na ferida do público (em especial o norte-americano) ao tratar de maneira inovadora questões raciais.

Sucesso de crítica e de público, Corra! é um forte candidato para a categoria de Roteiro Original no Oscar 2018, e todo o alvoroço em cima de seu lançamento não é por menos. Além dessa nova abordagem para um assunto que vergonhosamente ainda precisa ser discutido com muito afinco, a produção inova também dentro do seu gênero, fugindo completamente dos clichês hollywoodianos do terror ao mesmo tempo em que desenvolve tão bem a discussão proposta.

De acordo com o site The Wrap, que fez o cálculo de todos esses dados, o segundo na lista dos longas mais rentáveis do ano é Fragmentado, suspense de M. Night Shyamalan estrelado por James McAvoy, com um retorno de 610%. Coincidentemente ou não, ambos são projetos do estúdio Blumhouse, que tem criado fama por apostar em histórias ousadas com pouco orçamento, exatamente o caso de Corra!, que pelos nomes envolvidos não teria o mesmo investimento de outras empresas. A estratégia, pelo visto, tem dado certo.

Não por acaso também, filmes de terror costumam dominar essas listas de retorno em bilheteria. Os três filmes mais rentáveis da história do cinema são justamente desse gênero. Em terceiro lugar está A Filha do Mal e seu retorno de mais de 3.000%, em segundo está A Forca e seu retorno de mais de 6.000% e em primeiro lugar fica Atividade Paranormal com seu extraordinário retorno de quase 20.000% (sim, quase VINTE MIL por cento). A título de curiosidade, Atividade Paranormal também é da Blumhouse.

A lição que fica é a de que caso você tenha alguns milhares ou poucos milhões de dólares sobrando, um filme de terror é o melhor negócio. Contanto, claro, que ele seja desenvolvido em cima de uma história tão boa quanto a de Corra! ou dos outros exemplos dados aqui. Cinema de qualidade nem sempre custa caro.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments