'Checkmate', o projeto milimetricamente pensado por Anitta, é uma ideia genial para esta era

Checkmate- o projeto de Anitta milimetricamente pensado
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Anitta começou, neste domingo (03/09), o seu novo projeto Checkmate/Xeque-Mate/Jaque Mate. A estratégia consiste em lançar um clipe por mês durante um tempo indeterminado, a prática que pode parecer ruim para leigos, e, por isso, vamos explicar porque o plano tem tudo pra dar certo.

Foto: Facebook Anitta / Divulgação

Will I See You

A primeira faixa do projeto a ser lançada foi Will I See You uma produção de Poo Bear com os vocais de Anitta. O produtor já trabalhou com nomes de grande peso como Usher, Chris Brown, Diplo, Skrillex, Fifth Harmony, DJ Khaled e, atualmente, é o “queridinho” de Justin Bieber. A nova música dos dois é uma bossa-nova, o que intrigou alguns fãs da cantora. Após a gravação do clipe de Vai Malandra, uma das faixas do plano, tomar a internet, a expectativa sobre o primeiro lançamento ficou bem alta. Os fãs da funkeira esperavam algo que se aproximasse mais do pop brasileiro atual.

E se você conhece a carreira da cantora, sabe que ela não move uma peça no escuro. Ao lançar uma MPB – no estilo de Caetano Veloso e Chico Buarque – em inglês, a cantora está pensando em preparar a terra para depois plantar. A bossa-nova é o ritmo brasileiro mais conhecido mundialmente até hoje. Salve alguns fenômenos como Ai Se Eu Te Pego ,de Michel Teló, e Balada Boa, de Gustavo Lima, são Garota de Ipanema e Águas de Março que fazem o norte-americano venerar o Brasil.

De certa forma, ainda há um preconceito cultural dentro e fora do Brasil. Por aqui, nós estamos acostumados a considerar nossos produtos culturais inferiores aos gringos, é o famoso “complexo de vira-lata”. Já em um país extremamente conservador como os EUA, seria muito pretensioso esperar que Anitta conseguiria espaço internacional de primeira com a bunda de fora e cantando funk. O ritmo pode até estar ganhado espaço no mundo, mas ainda é um pouco cedo para um eleitor de Donald Trump enxergar um futuro em uma brasileira mais recatada que Nicki Minaj e Rihanna.

Frank Sinatra e Tom Jobim cantando ‘The Girl From Ipanema’ ao vivo.

Enquanto ela tenta conquistar os brasileiros que não acompanham seu trabalho, ao cantar MPB em inglês, também está se apresentando ao mundo de uma forma “clean”. Não é a toa que ela revelou, na coletiva de imprensa do lançamento do clipe, que havia conversado com as rádios de música popular brasileira para esse caso. A cantora tem total consciência de que Will I See You  não deve ser #1, tocar em boate, ou, ao menos, tocar nas rádios pop.

Eu não acredito que essa música vai ser um estouro mundial, não vai! – Anitta sobre Will I See You.

Checkmate

Abrindo o projeto com um clipe todo em cor branca e cantando MPB, deseja passar a imagem versátil. Desde que ouvimos falar o nome da cantora pela primeira vez, seja por Menina Má, Meiga e Abusada ou Show das Poderosas, ela entregou uma vasta diversidade de seu trabalho. Seus singles Cobertor, Zen e Cravo e Canela mostram uma menina muito mais vulnerável e delicada que a poderosa de Bang. Ao lançar um clipe por mês com o Checkmate, a cantora pretende transparecer ainda mais versatilidade. Com mais de sete parcerias prontas (nem todas para o projeto), Anitta vai cantar em inglês, espanhol e, claro, português.

Aliás, não tem como ignorar o sucesso de Paradinha. Mesmo sendo um lançamento anterior, o hit tomou conta do Brasil em apenas algumas semanas e continua fazendo barulho pelo mundo. A faixa em espanhol alcançou a 182ª posição no Spotify mundial, marcando assim o melhor resultado de uma artista brasileira na plataforma. Tocando em vários clubes da Europa, Ásia e América do Norte, a música abriu visibilidade internacional e despertou a curiosidade gringa sobre a brasileira cantando em espanhol.

A cantora durante coletiva de imprensa explicando o projeto.

Os vários lados da cantora para os próximos meses é um ponto-chave para tudo dar certo. Na coletiva de imprensa do lançamento de Will I See You, Anitta revelou que cada música divulgada a partir de agora será em uma das três línguas e terá ritmos diferentes. Isso é importante porque não haverá competição entre os singles e sua imagem não vai ficar saturada.

Eu não seria louca de não pensar nisso [saturar sua imagem], antes de lançar esse projeto.

Na era em que vivemos, tudo é atualizado muito rápido. Os artistas não ficam mais que cinco anos sem lançar um álbum alô Christina Aguilera, e quando ficam, acabam sempre participando de parcerias para continuar mantendo a imagem fresca na cabeça do público. Falar de saturação do artista em 2017 não é a mesma coisa que em 2010. Nicki Minaj, por exemplo, ultrapassou nesse ano o recorde de Aretha Franklin e se tornou a artista feminina com mais entradas no Hot 100 Billboard, 73 no total. Na semana passada, em apenas um dia, Minaj lançou três parcerias ao mesmo tempo. Outro exemplo disso é Rihanna que está próximo de bater o recorde de Madonna, se tornando a mulher com mais #1s em charts da Billboard. As duas divas mostram a diferença gritante do século passado para esse. A Rainha do Pop lidera a lista com mais de 35 anos de carreira, enquanto Riri possui apenas 12. Aretha Franklin manteve seu recorde com 56 anos de carreira, já Nicki possui singelos oito anos.

Anitta lançou Show das Poderosas em 2013 e desde então não passou mais de seis meses fora das paradas mais importantes do país. Durante esse tempo, a ex-MC lançou três álbuns e trabalhou em mais de quinze singles solo. Não há como negar que, em termos de sucesso, é muito mais arriscado lançar uma faixa por mês. O mercado brasileiro é um estudo à parte, mas já estamos acostumados com os mesmos artistas no Top 10 Brasil há anos. Ainda assim, no mundo inteiro, álbum não é mais algo que mantém um artista. Cada vez mais os singles ganham mais importância. Um artista que lança um álbum com doze faixas, trabalha uns quatro singles a acaba “jogando fora” oito músicas. De repente, lançar uma música por mês (durante 12 meses) pode render um ano mantendo um sucesso atrás do outro.

Outro ponto-chave do Checkmate são os vídeos. Em uma década em que estamos observando o “boom” do YouTube, lançar um vídeo por mês é uma jogada de mestre. Para um youtuber aumentar a relevância de seu canal, ele deve seguir três passos principais: ter planejamento, procurar manter a qualidade de seu conteúdo para seu público e estabelecer uma frequência. Assim, o site de vídeos estabelece uma prioridade para os canais mais relevantes e as métricas do SEO acabam com um resultado melhor. A cantora conversou com representantes do YouTube e chegou à conclusão de que isso poderia sim dar certo, afinal, ela se planeja como ninguém, mantém a qualidade de seus clipes e acaba de estabelecer uma frequência para o lançamento de seus vídeos.

Estamos observando uma estratégia milimetricamente pensada nunca utilizada por uma brasileira no mercado internacional. Ainda não se sabe por quanto tempo o plano vai durar. Se tudo der certo, pelo menos até o final deste ano, teremos uma Anitta de várias idiomas e ritmos dominando o mercado fonográfico brasileiro (nada diferente do que já estamos vendo). E, claro, ganhando seu espaço no mundo. Vai ter Mc Larissa, Mc Anitta, Anitta e Anira para todos os gostos!

Melhor vídeo! Agora fechamos pra balanço #AnittaNoVidigal

Uma publicação compartilhada por LEODIAS (@euleodias) em

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comments

comments