Últimas referências que você pode ter perdido em 'Stranger Things'

Stranger Things 2 Poster
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

A segunda temporada de Stranger Things não deixou a desejar e nos apresentou um material tão bom quanto o da primeira temporada. E assim como no ano anterior, nos nove episódios mais recentes inúmeras referências e conexões com outros pontos da história foram apresentadas.

Neste post reunimos as referências, easter eggs e conexões que Stranger Things exibiu nos últimos três episódios: 7, 8 e 9. O post contêm muito spoiler, então e você ainda não assistiu aos três episódios finais é melhor não continuar. E leia as referências dos episódios anteriores nos links colocados abaixo:

Confira: Referências e conexões de Stranger Things – episódios 1, 2 e 3

Mais referências e outros detalhes de Stranger Things – episódios 4, 5 e 6

Capítulo 7. A Irmã Perdida

Em agosto do ano passado, a Netflix revelou um vídeo com os prováveis nomes dos episódios da segunda temporada de Stranger Thingsconfira a publicação aqui. No vídeo, que pode ser visto acima, há a revelação do episódio ‘O Irmão Perdido‘, ninguém sabe ao certo o que aconteceu. Porém, fomos apresentados a Kali a irmã de Eleven, ou a número 8.

Agora retornando um pouco no episódio, após Eleven adentrar a mente de sua mãe e decidir ir atrás de sua irmã, a trilha sonora dentro do ônibus que leva a personagem a Chicago é Runaway, do Bon Jovi. Acho que bem condizente com a situação.

Aliás, na mesma cena, Eleven esbarra em um senhor bem arrumado que grita ‘watch it, kid’ (olha por onde anda, garota), a resposta dela, ‘mouth-breather’ (aparvalhado), é a mesma ensinada por Mike no episódio três da primeira temporada de Stranger Things. No ano anterior, enquanto eram incomodados pela trupe de Troy, os garotos ensinaram El a se defender soltando um bons desaforos.

A música Dead End Justice, das The Runaways, também faz parte da trilha deste episódio.

Outro ponto importante deste episódio é que conseguimos ter ideia de quando Eleven foi resgatada por Hopper. A menina conta a sua irmã que está com o policial a 327 dias e que discutiu com ele pelo menos três vezes. No dia 326, um dia antes do Halloween, no dia 21 e no dia 205. O que nos leva ao dia 10 de dezembro de 1983 como o dia de seu resgate.

Quando Eleven chega ao galpão o qual Kali vive, três nomes se destacam em meio as paredes pichadas, são eles Tom O’Bedlam, King Mob e Barbelith. Os nomes são de três personagens da história em quadrinhos The Invisibles, que narra a história de um grupo de jovens que luta contra o sistema opressor, seja ele físico ou psicológico. Suas armas também envolvem viagens no tempo, poderes psíquicos e violência física.

Depois de mudar todo seu visual, Eleven aparece com um ar mais punk dos anos 1980 e se intitula ‘bitchin’. A gíria também uma relacionada como ‘valley girl’ e tem o significado parecido com ‘totally tubular’.

Capítulo 8. O Devorador de Mentes

A música que toca enquanto Billy se arruma no quarto para sair atrás de Max é The Four Horsemen, do Metallica. A música sobre quatro cavaleiros é apocalíptica e anuncia que coisas ruins estão para acontecer. Seria a música escolhida por Billy um prelúdio do que ele passaria naquela noite?

Durante a tentativa de trazer o que restava da mente de Will de volta ao comando, Jonathan conta sobre o dia em que sei pai abandonou a família. Durante a história, ele comenta que naquele mesmo dia eles construíram o Castelo Bayers. O castelo citado por Jonathan é, na verdade, a casinha de gravetos e restos de madeira que Will utilizou para se esconder durante toda primeira temporada de Stranger Things.

Should I Stay Or Should I Go, da The Clash, foi a trilha sonora utilizada durante a cena em que Will utiliza do código Morse para se comunicar. A música é considerada um hino pelos irmãos Byers.

No penúltimo episódio, Dustin acredita que o monstro que possuiu o corpo de Will tenha ligação com um monstro do jogo de RPG, Dungeons & Dragons. O jogo de tabuleiro foi lançado originalmente em 1974 por Gary Gygax e Dave Arneson, e foi um dos jogos que inspirou a história de desenho animado Caverna do Dragão.

Capítulo 9. O Portal

O último episódio da segunda temporada de Stranger Things apresenta diversas referências de momentos anteriores da série. Como Billy ao dizer para Steve firmar o pé, e o Steve dizer a Dustin que eles estão no banco.

O episódio como um todo teve muita semelhança com certos momentos do filme O Exorcista, principalmente durante a cena em que Joyce aumenta a temperatura do quarto e Will fica e contorcendo na cama.

Outra referência a The Goonies foi durante a cena de Dustin alimentando Dart com seu doce favorito, 3 Musketeers. Em Goonies, Chunk (Lawrence Cohen) alimenta Baby Ruth, uma criatura encontrada embaixo da superfície.

E para finalizar, no Baile de Inverno, diversos clássicos dos anos 1980: Time After Time, de Cindy Lauper, John Twist of Fateobre, de Olivia Newton e Every Breath You Take, do The Police.

Sobre Every Breath you Take um detalhe não passou despercebido. Apesar do clima de romance, analisando a música pode-se ver uma certa obsessão do personagem central. O tema da canção é sobre um personagem que a todo momento está observando outra pessoa. Em Stranger Things, durante a cena final, a câmera desce em direção ao chão e chega ao mundo invertido. Naquela realidade vemos o Mind Flayer sobre a escola de Hwakins com a seguinte trilha sonora ao fundo: oh can’t you see, you belong to me.

Essas foram todas as referências e conexões que encontramos na segunda temporada de Stranger Things. Você encontrou mais alguma? Conte para gente!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

Comments

comments