in , , , ,

Gloria Groove mostra que chegou pra ficar no mainstream brasileiro

Daniel Garcia Felicioni Napoleão, mais conhecido como Gloria Groove, nasceu para ser uma estrela. Desde pequeno, o artista começou sua carreira como dublador e cantor em programas de auditório. Em 2002, por exemplo, ele participou da formação do famoso Balão Mágico. Como dublador, ele fez notórios trabalhos na série Hannah Montana, como o personagem Rico Suave, e no filme Descendentes.

Crescendo sempre sentindo-se deslocado, em 2015, ele começou a assistir Rupaul’s Drag Race e se encontrou na cena drag. Exposto à cultura drag queen, Daniel Garcia se tornou Gloria Groove e, pela primeira vez, ele passou a se ver como um artista.

“Nunca me encaixei e me enxerguei dentro do que as pessoas esperavam para mim. Quando se olha, não se sabe se é homem, mulher, meio do caminho, se chama de ele ou de ela. Ser drag me permitiu me ver pela primeira vez como artista. Ali dentro, posso explorar o que quiser.”

Assim, Gloria se lançou no meio artístico como uma drag cantora e rapper. Chamando atenção da cultura hip hop, a dona do hit ‘Gloriosa’ passou a se destacar por ser um símbolo drag em um segmento que é machista por natureza.

No começo de sua carreira, assim como Pabllo Vittar, Gloria participou do programa “Amor & Sexo” e começou a chamar atenção por sua voz mais grave e de alto alcance.

Groove se diferencia por ainda manter a excentricidade em seu visual. As maquiagens mais pesadas e figurinos extravagantes são características de seu trabalho. Pabllo, por exemplo, já aproxima seu visual ao feminino mais delicado com maquiagens mais leves. Ou seja, Groove desafia e choca mais o público mainstream, o que pode ter sido uma barreira para o crescimento de sua carreira.

Sua videografia é praticamente impecável. Mesmo com baixo orçamento e sem apoio de grandes gravadores, ela conseguiu fazer grandes produções que se igualam à clipes de Nicki Minaj e Lady Gaga.

Além de tudo isso, ela é quem compõem todos os seus hits, uma grande características de artistas do rap.

Você também pode gostar de: A cena drag brasileira de um jeito que você nunca viu

A construção de sua carreira

Dona

A drag começou a carreira com o single Dona, nos segmentos hip/hop, rap e urban.

Império

O clipe de Império chamou atenção por sua alta produção e figurinos. O vídeo alcançou 5,7 milhões de visualizações e é um de seus melhores clipes até hoje.

Catuaba

Assim, foi convidada para uma parceria com Aretuza Lovi e Catuaba foi um grande sucesso dentre a comunidade LGBTQ.

Gloriosa

No dia 3 de fevereiro de 2017, ela lançou seu álbum de estreia, O Proceder, que conta com Dona, Império e os futuros singles mais pop, Gloriosa e Muleke Brasileiro.

Muleke Brasileiro

As duas faixas foram uma transição da cantora que saía de um segmento mais urbano para o pop. Gloria Groove passou a ser mais vista como uma drag cantora de pop.

Encerrando os trabalhos de seu primeiro álbum, Gloria está preparada para seu sucesso nacional.

Glória Groove e o mainstream

Joga Bunda

Recentemente, ela uniu forças com Pabllo Vittar e Aretuza Lovi no single Joga Bunda. O single tem tido bastante divulgação já que suas colegas tem contrato com a Sony Music, grande responsável pelo lançamento. Assim que foi lançada, a faixa entrou no Top 50 Viral Brasil do Spotify. Esse lançamento é responsável pela introdução de Aretuza Lovi ao meio mainstream, e Gloria aproveitou a carona da melhor maneira possível.

Bumbum de Ouro

Lançando um single solo simultaneamente, ela se prepara para viver seu grande momento com o público geral.

GG saiu um pouco de seu nicho inicial e, mostrando seu talento para todos os ritmos, ela agora está cantando funk no melhor estilo hitmaker, seguindo uma linha parecida com MC Kevinho, responsável por hits como Olha a Explosão, O Grave Bater e Rabiola. Com refrão repetitivo e batidão, ela produziu Bumbum de Ouro que tem tudo pra bombar com o público mainstream desde seu lançamento, ainda em dezembro de 2017.

Nessa semana, ela lançou o clipe da faixa e mostrou mais uma vez que sabe como fazer clipes icônicos. A aposta para o carnaval desse ano deve estar presente no novo álbum da cantora que ainda não tem uma data de lançamento confirmada. O clipe, que tem bastante bumbum, também tem partes inspiradas em Upgrade U, de Beyoncé com Jay-Z. Assim como a diva norte-americana, ela aparece no vídeo mostrando sua dualidade: a rapper e a cantora.

Seu potencial é inegável, e agora que Pabllo abriu portas, é mais possível que uma drag “de raiz” alcance o público mainstream. Ela só precisa de um empurrãozinho. Com Joga Bunda, Bumbum de Ouro e o carnaval, esse é o momento perfeito para se lançar. Afinal, ela é Gloria Groove do Brasil e chegou pra ficar!

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que esperar da apresentação de Justin Timberlake no Super Bowl LII?

O imemorável halftime show de Justin Timberlake no Super Bowl