in ,

Tudo sobre as novas queens da 10ª temporada de Rupaul’s Drag Race

2018 vai ser um ano agitado para os fãs de drag queens, afinal, teremos duas temporadas de Rupaul’s Drag Race! Além da 3ª temporada da edição especial All Stars, a produção do programa anunciou na noite de ontem (22/02) o elenco e a data de estreia da próxima temporada regular do reality, a 10ª. Quatorze novas queens chegarão às TVs americanas no dia 22 de março e, pensando em facilitar a vida dos fãs brasileiros, nós reunimos aqui uma lista com nome, idade, estado natal, descrição e lip syncs de todas elas.

Asia O’Hara

Aos “30 e poucos” anos, como a própria diz, Asia quer ser reconhecida por ser alguém que sempre entrega, independente das circunstâncias. Diretamente de Dallas, no Texas, ela afirma que seu estilo é uma mistura entre o clássico e uma modernidade pós-apocalíptica. Segundo O’Hara, a versatilidade é sua característica mais marcante.

Aquaria

Com 21 anos, Aquaria já é uma das favoritas dos fãs do programa e não tem vergonha de se autodeclarar como uma estrela. Moradora do Brooklyn, em Nova Iorque, sua mentora drag é nada mais, nada menos do que Sharon Needles, a vencedora da 4ª temporada de Drag Race. Quanto ao seu estilo, é puro high fashion, segundo a mesma. Sua ousadia é o que ela vê como maior destaque em si.

Blair St. Clair

O amor pela antiga Hollywood e suas estrelas do cinema é algo comum entre as participantes do reality, Blair St. Clair é mais uma queen que carrega essa nostalgia em si. Com 22 anos e vindo de Indianapolis, na Indiana, Blair define seu estilo como algo retrô, inspirado na Broadway dos anos 1950 e 1960. Só não deixem que toda essa nostalgia os enganem, a nova participante canta, dança, atua, costura… Faz de tudo.

Dusty Ray Bottoms

Mais uma queen do teatro, Dusty Ray Bottoms tem 29 anos e vive em Nova Iorque. Ela define seu estilo como “queen do teatro musical da Broadway”, bem sombria e com boas pitadas de bruxaria. “Dusty é do tipo que, caso alguém desse o arco-íris para ela, ela iria querer escurecer todas as cores” disse a drag durante entrevista.

Eureka O’Hara

Ela voltou! Depois de uma saída dramática na temporada do programa, Eureka está de volta e mais animada do que nunca com a oportunidade. A drag participou da 9ª temporada e machucou seriamente um de seus joelhos durante uma performance em um desafio do programa, o que obrigou Rupaul a afastá-la para tratamento médico. Mas Eureka decidiu que agora vai fazer drag do seu próprio jeito, e não como foi ensinada. Ela mesmo afirma estar pronta para surpreender a todos com seus novos truques.

Kalorie Karbdashian-Williams

Fã inveterada da família Kardashian, Kalorie Karbdashian-Williams é de Albuquerque, no Novo México e se autointitula como uma “body queen”. Sexy, ousada e curvilínia foram algumas das palavras usadas por ela para se definir, deixando bem claro que não se envergonha de suas curvas, procurando explorá-las ao máximo. Outro orgulho da drag são suas raízes latinas, sempre optando por dar alguma pitada de suas origens em seus looks.

Kameron Michaels

View this post on Instagram

Hi babies 😉 Are you ready? 😈 @rupaulsdragrace @vh1 #teamkameron #bodybuilderbarbie #dragrace . . . [crop fur: @hausofcurio] [hair: @bobbiepinzdotcom]

A post shared by Kameron Michaels (@kameronmichaels) on

A primeira lição sobre Kameron Michaels é que ela procura brincar ao máximo com as identidades de gênero. De Nashville, no Tennessee, Michaels disse que sofre um certo preconceito por ser um homem musculoso fazendo drag, o que o impossibilita de alcançar certos padrões de feminilidade. Com 31 anos de idade, sua drag é uma mistura entre o antigo e o novo, além de ser bastante versátil. Camaleoa, diferente, engraçada, esquisita, linda e uma “muscle queen” é como ela se define.

Mayhem Miller

Experiência no mundo drag não será algo muito comum nessa temporada e esse é o diferencial de Mayhem Miller. De Riverside, na Califórnia, ela se recusa a dizer sua idade, mas afirma já fazer drag há muito tempo. Seu estilo é um mix de glamour com elegância e ela só tem um conselho para as novatas do mundo drag: “Se divirtam!”.

Você também pode gostar de: O impacto de Rupaul na mudança da identidade drag

Miz Cracker

“Magra, branca e bastante ácida” essa é a definição de Miz Cracker para sua drag. Nova iorquina e com 33 anos, sua mentora drag é Bob The Drag Queen, a ganhadora da 8ª temporada do programa. Seu estilo é o de drag comediante, mas ela avisa para que os fãs não se deixem enganar por isso, dizendo que tem muito mais a oferecer.

Monét X Change

https://www.instagram.com/monetxchange/?hl=pt-br

A cena drag de Nova Iorque está marcando presença nessa temporada de Rupaul’s Drag Race. Diretamente do Brooklyn, Monét se define como nova, dócil, ousada e bastante segura de si. “Divertido e biológico” é como a drag de 27 anos define seu estilo, afirmando que se acha extremamente parecida a uma mulher biológica. Apesar de tudo, a queen ainda ressalta seu lado ingênuo, afirmando ser um “gigante bobão” que adora dar risadas.

Monique Heart

Pode dar o play em Daddy Lessons, Beyoncé! De Kansas City, no Texas, Monique Heart (31) é uma “glam queen com orçamento limitado”, como ela mesmo diz. Seu estilo é uma mistura entre funk e arte e ela adora mostrar suas curvas, afirmando que saber fazer uma boa silhueta corporal é uma de suas principais vantagens.

The Vixen

Tyra Sanchez, vencedora da 2ª temporada do reality, foi a grande inspiração para que The Vixen começasse a fazer drag e isso já explicita muitas coisas para quem assistiu à temporada da winner. De Chicago, no Illinois, o estilo de Vixen é o de showgirl clássica, segundo a própria. Ela sempre preza o conforto para performar em suas fantasias e diz ser extremamente sincera, o que algumas pessoas não gostam muito.

Vanessa Vanjie Mateo

A filha drag de Alexis Mateo, Vanessa Vanjie Mateo se define como feminina e viciada em trabalho. Aos 25 anos, a frase que resume seu estilo é “garota do gueto de Miami conhece o poste de strip-tease”. a queen se inscreveu para o reality porque, segundo ela, já sabia que iria passar e parece não medir muito suas palavras quando quer se expressar.

Yuhua Hamasaki

Vocês estão sentindo falta de um pouco de Nova Iorque? Yuhua Hamasaki veio para suprir essa carência. Nova iorquina e com 27 anos, Yuhua se diz linda, sexy e honesta. Seu estilo drag é “uma mistura de cabaré com old school drag”, bem futurista. Além de ser comediante, ela também canta, dança, atua e costura.

Parece que essa temporada tem os personagens certos para pegar fogo, não é mesmo? Amém, Rupaul!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quais os segredos que fazem a série “La Casa de Papel” ser tão viciante

15 filmes de comédia para morrer de rir disponíveis na Netflix