in

Cardi B: Entre a irreverência e o despreparo

Cardi B foi definitivamente um dos maiores, se não o maior nome do último ano. Chegando com o smash hit, Bodak Yellow, ela conseguiu quebrar um recorde histórico sendo a primeira rapper feminina, desde 1998, a colocar uma música solo no topo da Billboard Hot 100.

A nova estrela do rap se manteve em ascensão emplacando hit atrás de hit. Até aí, nada muito fora do comum, já que quando os EUA adota uma “nova queridinha da América”, sugam até o último bagaço.

O caminho ao estrelato

Belcalis Almanzar nasceu no Bronx, bairro de Nova York, mas tem um sotaque graças ao convívio com sua família latina. Cardi B brilhou em um reality show Love & Hip Hop: New York, do VH1, e também era stripper em boates. Com muita personalidade, autenticidade e sem filtro nenhum, ela começou a ganhar visibilidade.

Hoje, exatamente um ano depois, ela já colaborou com grandes nomes como Bruno Mars, Selena Gomez, Jennifer Lopez, Maroon 5, DJ Khaled, Migos, Nicki Minaj e a lista não para de aumentar!
Leia mais em: Conheça Cardi B, a rapper dona da música mais ouvida nos EUA.
Assim como tudo vem rápido, pode ir rápido também. Ela tem pisado bastante na bola desde que se tornou a #1 da indústria fonográfica.

Do luxo ao lixo

Entre brigas, baixaria, comentários negativos, homofobia e transfobia, ela está colecionando closes errados. Não, esse não é um post para diminuir o sucesso de Cardi B, até porque é um fã que vos escreve.

Esse é um post para uma reflexão do que tem rolado na carreira de Bardi e o que ela precisa fazer a partir disso.

Nicki Minaj

Recentemente, ela se associou a uma briga interminável com Nicki Minaj, a maior estrela feminina do rap até então. Elas trocaram shades, fizeram as pazes, e mais recentemente quase caíram no soco.

Durante um evento da Harper’s Bazaar, na semana de moda em Nova York, a novata jogou um sapato e partiu pra cima da veterana que foi apartada por seguranças. De acordo com a própria, Nicki teria xingado sua filha. Semanas depois ainda não tivemos nenhuma comprovação do fato, mesmo com a resposta pública de sua atual maior inimiga – que acabou negando a especulação.

A questão é: se for verdade ou não, ela perdeu a razão totalmente. Assim como apontado por Kelly Rowland, as duas são mulheres e extremamente talentosas. A última coisa que precisamos agora é uma briga entre as duas maiores rappers da atualidade. Cadê a sororidade? Poderiam ter resolvido seus problemas privadamente, sem essa baixaria toda. Ainda que Nicki tenha feito algo contra ela, existiam outras formas para não alimentar ainda mais a rivalidade criada pela mídia nesses casos.

LGBTQfobia

Outra questão delicada que envolve Cardi é a LGBTQfobia. Mesmo que grande parte de seu público seja LGBTQ, ela já polemizou diversas vezes com comentários preconceituosos e até defendeu o marido por ser homofóbico.

Em uma de suas músicas, Offset, pai de sua filha falou explicitamente que “não conseguia curtir a vibe com viados”, usando o termo pejorativo mesmo. Ela usou suas redes sociais para bater o pé e dizer que ele não era homofóbico. É importante citar que durante a apresentação de ‘Bon Appetit’, de Katy Perry, no Saturday Night Live, ele e seu grupo teriam ficado desconfortáveis com a presença de drags convidadas pela diva pop. A informação repercutiu na internet e ele nunca negou. Apenas lançou esse verso, o que reforça o rumor.

Mais recentemente, ela foi acusada de transfobia em uma publicação de sua página no Facebook. Sua resposta? Ela afirmou que não tem controle de sua página na rede social e que a pessoa já não trabalha mais com ela. Em nenhum momento pediu desculpas como deveria. Realmente, isso já aconteceu diversas vezes no mundo pop, mas o fato de Cardi já colecionar closes errados quando o assunto é esse, não ajuda. Veja mais sobre os casos clicando aqui, aqui, aqui e aqui.

Desconstrução

Se ela não é preconceituosa, deve ao menos se educar. Sabemos que ninguém nasce desconstruído, mas o fato dela sempre tentar tirar a culpa de si e não assumir o problema, torna tudo ainda pior. Além disso, quando uma polêmica dessas acontece, misteriosamente, as provas acabam sendo retiradas do ar. Isso já aconteceu tanto em um dos links que postamos acima, quanto no caso da transfobia, em que o meme está sendo retirado dos meios de comunicação que divulgam isso por conter “conteúdo sensível”. O meio do Rap é extremamente machista e preconceituoso e ela precisa se atualizar caso queira continuar sendo uma mulher neste meio.

Media Training

Cardi B deve tomar cuidado! Ela conseguiu de fato os seus quinze minutinhos de fama. O grande problema agora é conseguir manter a sua carreira. Mesmo que seja um personagem divertido e autêntico, ela precisa urgentemente de um media training.

Não na tentativa de podá-la, até porque sua grande qualidade é sua forma irreverente de se comportar diante às câmeras. Porém, também é preciso compreender que estamos em um período em que ser uma celebridade não é apenas ser famosa. É preciso saber ser uma vitrine, um espelho, e saber como responder em certas situações.

O artista que atualmente não sabe como reagir ao público e à midia acaba sumindo. Exemplos é que não faltam. Na verdade, o mais difícil é se manter relevante depois de tanto tempo como Beyoncé, Rihanna, Madonna, Michael Jackson, Nicki Minaj, Jay-Z e Kanye West conseguiram.

Talvez a rapidez que ela tenha chegado ao topo pode ter deixado sua preparação com o showbizz de lado. A maioria dos artistas que estão no auge após décadas tiveram um crescimento relativamente estável.

A rapper possui talento de sobra, uma personalidade diferente, contatos e um grande apoio de sua gravadora. É um mix perfeito para criar uma carreira longa. Jogar tudo por água abaixo quando está prestes a virar a nova rainha do pedaço seria no mínimo falta de preparação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O relacionamento de Maura e Ionan, de Segundo Sol, é um desfavor para a causa LGBTQ

‘Harry Potter e o Cálice de Fogo’ é uma falácia – e ainda assim é um livro muito interessante