in

5 músicas de R&B brasileiro que merecem reconhecimento

O R&B brasileiro está em ascensão. Com produções nacionais, o estilo que surgiu nos Estados Unidos nos anos 40 e já dominou o mundo pela década de 2000, está cada vez mais em foco no Brasil.

No início dos anos 2000 até tivemos alguns ícones do Rhythm and Blues como Fat Family, Negra Li, D’Black, mas é perceptível que o gênero cada vez mais está dominando as rádios de norte a sul do país. Hoje temos Iza, Kafé, Gloria Groove, Tássia Reis, Ludmilla, Cammie e cada vez mais revelações do estilo.

Por isso, fizemos essa listinha breve com 5 faixas de R&B brasileiro que merecem seu destaque.

“Dona de Mim” – IZA

Lançado com o álbum do mesmo nome, no começo deste ano, o atual single de IZA tem conquistado as paradas das mais tocadas do país. O clipe possui uma sensibilidade incrível, representatividade racial e fala sobre a violência nas escolas. Vale muito a pena conferir essa fada.

Leia também: Cinco motivos para se apaixonar por IZA

“Apaga a Luz” – Gloria Groove

“Apaga a Luz” fala sobre o preconceito do gay afeminado. O clipe foi dirigido por Felipe Sassi, o mesmo que dirigiu “Dona de Mim”, da IZA. Gloria tem talento de sobra e não para de brilhas. A drag mostrou ser uma artista multifaceta que consegue cantar em todos os ritmos: do pop, ao funk e axé.

Leia também: Gloria Groove mostra que chegou pra ficar no mainstream brasileiro

“Tenho Você” – Davi Sabbag

Saindo da Banda Uó para seguir carreira solo, ele escolheu o R&B como seu primeiro single. Mostrando seu talento como cantor, Davi surpreendeu com sua estreia bem conceitual e gostosinha. Perfeita para dias chuvosos e frios.

“Nós 3” – Kafé

Fazendo seu nome aos poucos, Kafé tem potencial para se tornar um dos grandes nomes do gênero no Brasil. Com seu álbum de estreia autointitulado, ele já possui uma coletânea de músicas maravilhosas. Quem curte o estilo, tem a obrigação de conhecê-lo!

“Meu Baile” – Ludmilla

Desde seu segundo álbum, “A Danada Sou Eu”, Ludmilla tem flertado com o R&B, inclusive com parcerias internacionais. A primeira foi ‘Tipo Crazy’ com Jeremih. Agora ela está de volta contribuindo para o single do produtor Papatinho e ao lado de Maejor, rapper americano que canta com Anitta em ‘Vai Malandra’.

via GIPHY

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Keeping Up With The Kardashians é o melhor guilty pleasure em forma de reality show

“Não Para Não”: Pabllo Vittar se consagra trazendo a essência da música brasileira