in

Keeping Up With The Kardashians é o melhor guilty pleasure em forma de reality show

Keeping Up With The Kardashians é o reality show que mostra a vida do clã Kardashian-Jenner. A família que construiu uma carreira a partir da sextape de Kim Kardashian se tornou um dos maiores exemplos empreendedores da atualidade.

Há 10 anos no ar, a série está em sua 15ª temporada e promete mais alguns anos. Até quem acompanha a família desde o começo se assusta com a diferença dos integrantes desde a 1ª temporada.

Leia também: Há 10 anos, Kim Kardashian transformava uma ‘sextape’ em um império
Mesmo parecendo um conteúdo banal e vazio, na verdade, pode ser um dos melhores programas para acompanhar, por diversas razões.

Resolvemos listar os motivos pelos quais o reality é a melhor futilidade para se assistir atualmente.

Não necessita regularidade

Claro que assistir uma série que você não consegue parar de assistir até terminar a temporada é algo que todos gostamos. Mas nos intervalos desses seriados, é sempre bom ter aquele guilty pleasure. Aquele que você pode assistir um episódio apenas para relaxar. São mais de 200 episódios e se você pegar qualquer um deles, terá uma mínima noção do que está acontecendo.

Favoritismo

São tantas personagens que nem conseguimos contar. Só entre as irmãs Kim, Kourtney, Khloe, Kylie e Kendall, você já consegue ficar em dúvida entre qual será sua favorita de tempos em tempos. Durante o show você vai mudando sua favorita. Cada uma tem seu estilo de vida, sua família, suas características e sua carreira. É impossível não ter uma com quem você se identifique mais!

MUITO drama

O que não falta é drama. São altos e baixos, muitas emoções e reviravoltas na história ao longo dessas quinze temporadas.

Feminismo e causas sociais

KUWTK não é um programa sobre militância mas só o fato de mostrar cinco irmãs que conseguiram construir um império em 10 anos já diz muito sobre empoderamento feminino. Além disso, elas são alvos de slut shaming, body shaming, críticas pesadas e machismo o tempo inteiro. É muito difícil em algum momento você não refletir sobre isso. Além disso, elas sempre tentam incluir causas sociais durante os episódios.

Elas falam de pobreza, desastres naturais, desabrigados, alcoolismo, dependência química, transtorno mental, ansiedade, transição de gênero e outros temas importantes para a nossa sociedade.

Volta por cima

Temos que admitir que praticamente todas são um exemplo de superação. Claro que a vida de socialite tem suas vantagens mas a maioria delas sofreram problemas sérios e no final deram a volta por cima. Kim Kardashian, por exemplo, teve o assalto em Paris. Kris Jenner teve que lidar com o divórcio e transição de Caitlyn Jenner. Kylie teve sua gravidez e os lábios modificados que a renderam um império de maquiagem. Kourtney que sofreu muito com suas idas e vindas com Scott Disick. Khloe com a quase morte de Lamar Odom. E muito mais!

Membros secundários

Scott Disick, Rob, Lamar Odom, Caitlyn Jenner, Malika, Khadija, Jonathan Cheban, Blac Chyna, Kanye West, Tyga, Kris Humphries, Brendon Jenner, Brody Jenner… Os personagens secundários são sem dúvida um show à parte. Alguns fofos e maravilhosos e outros um pouco mais embustes.

Exclusividade

Algumas notícias a gente sabe primeiro no programa. Elas possuem uma estratégia de guardar alguns segredos até o episódio ir ao ar. Tem coisas que a gente só descobre assistindo mesmo! As gestações dos últimos bebês, Chicago, True e Stormi podem ser todas acompanhadas por lá.

Os bastidores

Se você viu alguma das Kardashians-Jenner em algum evento, pode ter certeza que vai aparecer no show como foi o processo todo nos bastidores. É incrível entender como funciona todo o behind the scenes de um Met Gala ou um casamento, por exemplo.

Gerações

Por estar há 10 anos na TV, é possível ver a diferença entre as gerações. No começo da série, Kim mal usava seu celular. No meio, ela troca de Blackberry (lembram da moda?) sempre. Atualmente são mostrados Snapchats das meninas durante as transições de cenas.

Tem também os estilos de roupas e maquiagens. É bem legal acompanhar essa mudança junto com a família.

Evolução de cada uma

É possível acompanhar a evolução de cada uma: como elas criaram suas famílias, construíram suas casas, casaram, construíram suas carreiras e etc… Até a forma de cada uma lidar com a mídia mudou perceptivelmente. Não podemos esquecer das plásticas e mudanças estéticas.

Tendências

Assim como elas mudam bastante, elas lançam tendências. O clã K é responsável por lançar modas em diferentes ramos: maquiagem, cabelo, roupa esportiva, calçados, roupa de banho, dietas e até gírias. No show você consegue entender melhor como surgem essas modas e como elas se popularizam depois.

Muitas mas muitas risadas!

Keeping Up é definitivamente uma série engraçada. Ela rende memes e boas risadas com as confusões. As irmãs são bastante brincalhonas, assim como Kris Jenner. Elas adoram pregar peças entre si! Então você não fica muito tempo sem rir um pouco.

via GIPHY

Você nunca se cansa!

Como não possui uma storyline rigorosa, você nunca cansa da série. E caso aconteça, ainda pode acompanhar o spin-offs como The Life Of Kylie, I Am… Cait, Rob & Chyna e até os mais antigos Kourtney and Khloé Take Miami, Kourtney and Kim Take New York, Khloé & Lamar e outros!

Provamos para você que o que não falta é razão para acompanhar essa série maravilhosa que está há 10 anos conquistando fãs no mundo inteiro. São mais de 100 países exibindo a família mais poderosa do entretenimento atualmente.

É isso! Agora é só procurar um link já que aqui no Brasil só temos no canal E!.

Se você gostou desse post, leia também: Há 10 anos, Kim Kardashian transformava uma ‘sextape’ em um império.

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 de Outubro – “Meninas Malvadas”: Um dia para vestir rosa!

5 músicas de R&B brasileiro que merecem reconhecimento