More stories

  • in ,

    Assistir Breaking Bad não te faz um nerd

    De uns tempos para cá, o mundo antes reservado aos nerds começou a atrair a atenção de outros grupos sociais, que passaram a gostar de vídeo-games, animações e animes, inclusive utilizando, em redes sociais, expressões japonesas, élficas, klingon, dothraki e amando química e se auto-intitulando nerd, vestindo camisetas de Star Wars em selfies. Pra ser […]

  • in ,

    O ponto de vista de Markus Zusak sobre ter um livro seu adaptado para o cinema

    Markus Zusak, autor de A Menina que Roubava Livros, publicou ontem um artigo no jornal australiano Sydney Morning Herald. No texto, um pouco longo, mas que vale a pena para quem se interessa sobre adaptações cinematográficas de livros, Zusak mostra o seu ponto de vista, como autor, sobre o processo de recontar uma mesma história […]

  • in ,

    A mitologia da infância de Darth Vader

    Para compor todo o universo de Star Wars, George Lucas, contou com embasamento teórico de uma das maiores estudiosos de mitos, o americano Joseph Campbell e seu livro “O Herói de Mil Faces”. Vale lembrar que no cerne de Guerra Nas Estrelas está o duelo entre pai e filho, protagonizado por Darth Vader ou Anakin […]

  • in ,

    O amor segundo Mario Bros

    Há mais de 30 anos, gerações tem ajudado um encanador bigodudo a salvar uma princesa loira do reino dos Cogumelos; batendo cabeça em tijolo, destruindo tartarugas versadas em magia negra e escapando de plantas carnívoras, para ficar com a princesa no final. Mario Bros e Peach formam o casal mais famoso da história dos vídeo […]

  • in , ,

    Das páginas para a telona: qual a adaptação mais esperada de 2014?

    Dois mil e catorze é um ano de grande alegria para quem ama ver seus livros preferidos nas telas de cinema. As adaptações de best-sellers invadiram Hollywood e vieram para ficar. Confira a lista de dez das adaptações mais esperadas nos cinemas esse ano que preparamos e depois responda nossa enquete: por qual você mais […]

  • in ,

    A escolha de Kiera Cass por um romance sem mimimi

    Quando fiquei sabendo da existência da série “A Seleção”, de Kiera Cass, tinha acabado de chegar ao fim da saga “Jogos Vorazes”, de Suzanne Collins. Procurando por mais distopias, gênero literário que eu acabara de conhecer e estava maravilhada por causa de Katniss Everdeen, esbarrei nos livros que contam a história da jovem America Singer.

    Apesar da linda capa ter me atraído muito, assim que li a sinopse desanimei bastante. Na verdade, achei o enredo fraco, porque não conseguia para de comparar com a saga que acabara de ler: saíra de uma distopia que tinha como foco um reality show sanguinolento no qual crianças e adolescentes competiam pela vida para entrar em outra na qual essa disputa era por um príncipe. Achei a ideia bem boba e deixei aquilo de lado.

    Um tempo depois, fazendo minha ronda rotineira pelas livrarias virtuais, me deparo com o primeiro volume da trilogia à venda por dezessete reais. Costumo comprar livros de cinco em cinco, para atingir o valor no qual o frete é grátis, e tinha apenas escolhido quatro. Decidi, por inspiração divina (obrigada, Deus das bibliotecas!), colocar no carrinho e dar uma chance.

    Resumo da ópera: li o primeiro ontem e, louca pelo segundo, baixei o e-book e terminei em em algumas horas.

    (Atenção: a partir daqui, esse post contém spoilers dos livros “A Seleção”, “A Elite” e “A Esperança”, de Suzanne Collins)

    Continue reading

Load More
Congratulations. You've reached the end of the internet.
Back to Top
Create

Ad Blocker Detected!

Advertisements fund this website. Please disable your adblocking software or whitelist our website.
Thank You!

Log in

Forgot password?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website.

Close
of

Processing files…